Quinta-feira, 27 de Março de 2008

O que é uma Rede

Uma rede de computadores consiste numa ligação dos computadores entre si, vulgarmente através de qualquer tipo de cabo eléctrico, que lhes permite comunicar a grande velocidade. Esta comunicação reflecte-se, na maior parte das vezes, numa troca de informação entre as diversas máquinas (eventualmente uma troca de ficheiros).

Se a rede é composta por computadores de uma mesma zona (um mesmo escritório, ou edifício) é designada por rede local de computadores (LAN, Local Area Network). Numa rede local, que utiliza tecnologia de comunicações através de cabos que estabeleçam a ligação física entre vários computadores da rede, cada computador deve possuir uma placa de rede, isto é uma placa especial, inserida num dos seus slots de expansão.

Essa placa constitui um interface de hardware que permite a cada computador estabelecer a ligação ao sistema de comunicação comum. Se os computadores se encontram espalhados por uma zona muito maior, a rede é designada por rede alargada e conhecida pela sigla WAN (Wide-Area Network).

Uma rede alargada pode ser constituída por computadores de diferentes cidades, países ou continentes. Todas as máquinas que estão numa rede dispõem de algum tipo de identificação. Esta identificação, diferente para cada máquina, vai permitir o envio de informação entre um remetente e um destinatário sem que haja enganos pelo caminho. A atribuição da identificação correcta a cada máquina é uma das responsabilidades de quem instala a rede (normalmente o administrador da rede) e não é motivo de preocupação para o utilizador comum. Quando um computador está ligado a uma rede, o utilizador «vê» disponíveis discos e/ou impressoras, com os quais pode trabalhar, que não se encontram ligados fisicamente ao seu computador. É disto que tratam as redes: a partilha de dispositivos e, por arrastamento, de informação.

O cabo que liga os computadores à rede é, meramente, o local por onde passa a informação – se não existisse o cabo, os utilizadores teriam de copiar os ficheiros para uma disquete, deslocar-se até ao local onde estivesse situado o computador que devia receber a informação e copiar novamente os ficheiros da disquete para o disco rígido do (suposto) servidor.

Existem vários tipos de rede, quer no que respeita aos cabos (telefónico – também dito UTP – coaxial, fibra óptica, ...), placas de rede (Ethernet, Token Ring, ...), aos protocolos (IPX, NETBEUI, TCP/IP, ...) e aos sistemas operativos de rede (Novell Netware, Microsoft Windows NT, Os/2Warp Server, Unix). Os sistemas operativos como o Windows 95 e 98, não sendo sistemas operativos de rede, permitem também a constituição de pequenas redes, facilitando a ligação de vários computadores em locais e serviços em que os recursos e as exigências não são muito elevados. É este o caso de muitas escolas, que criam redes em Windows 95/98 com o objectivo prioritário de aceder à Internet com vários computadores.


Terça-feira, 4 de Março de 2008

Querem saber o que são QUOTAS?

Por achar batsante interessante e ilucidativo roubei este post a uma amiga e vou colocá-lo aqui também no meu blog, devido ao interesse e às dúvidas que são tiradas.

 

É o que o ME[Ministério da Educação] está a pedir...

UMA EXCELENTE FORMA PARA LUTAR CONTRA O ESTATUTO DA CARREIRA DOCENTE!
Estabeleceremos quotas em cada turma: Em 20 alunos, só daremos 10% de nota máxima, tal como a ministra faz connosco. Portanto, se houver mais do que 2 alunos que mereçam 5, paciência! Ficam com 5 os dois melhores. Mas se um deles faltou mais de 3 dias por doença, terá que ter paciência. Fica com 4 e sobe o seguinte a aluno-titular. Os outros quotam-se, proporcionalmente, por aí abaixo. 10% de nível 5 e 20% de nível 4. O resto vai corrido a 3. Se uma turma for muito boa e tiver 10 alunos que merecessem 4 e 5, outra vez paciência. «Nem todos podem chegar a generais», não é? Dois ficam com 5, quatro com 4 e os restantes terão 3.
Mesmo que, também esses merecessem 5.

Faltaram?
Quem os mandou adoecer a eles ou aos pais?
Quem mandou o carro avariar e chegar tarde uma vez?
Quem mandou o irmão mais novo apanhar sarampo?
É quotas, é quotas! Não são os Pais que aprenderam com a ministra que «nem todos podem chegar a general»?
Pois então? ... Os seus filhos também não!
de: Aura Camacho

Sinto-me: Triste, com o ensino...

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Ser ou não Ser, Eis a Questão

O que era já não é e o que foi já não volta a ser, porque às vezes para ver melhor é preciso estar mais longe e para compreender melhor é preciso estar mais perto.
Recentemente a única notícia que me deixou mais contente, no que à classe profissional de professor diz respeito, foi a de saber que são a classe profissional em quem os portugueses mais confiam para cargos de chefia.
Quem me conhece pode interrogar-se e dizer assim: “Porque é que este tipo está a falar assim de coisas que não lhe dizem respeito, pois não é professor?”. Então tenho de responder: “Não sou professor, mas sou formador com 7 anos de experiência em formações de várias áreas.” Além disso sou pai de uma criança maravilhosa que tem 4 anos e não quero que ele seja afectado por este ridículo sistema de ensino que se está a implementar, onde um aluno pode faltar as vezes que quiser e os professores têm de andar com eles nas palminhas e dar-lhe toda a papinha para terem positivas pois isso contribui para a nota do professor. Uma coisa eu gostava, era ver o mentor desta teoria educativa à frente de uma turma de 20 alunos, onde 8 dos quais são insubordinados, como é que agia e quais os métodos e técnicas pedagógicas que usava para os motivar na aprendizagem dos conteúdos! Este método de ensino vai fazer com que se acabem as dificuldades lectivas dos alunos, o que os vai tornar ainda mais “incapazes” para de aqui amanhã serem inseridos no mercado de trabalho, pois aí quando começarem a surgir as primeiras dificuldades eles vão ter bastantes dificuldades pois a vida de estudante foi pautada por um sem fim de facilitismos. Interessa sem dúvida combater a analfabetização mas assim os alunos cada vez saiem mais mal preparados do ensino. Como cidadão sinto-me indignado pois os estudantes de hoje de aqui a uns 20 anos podem vir a ser governantes ou exercer altos cargos políticos na sociedade e quanto a mim isto será ainda pior do que está.
Sou uma pessoa optimista e este é apenas um desabafo da minha parte.
Qual é a vossa opinião? Comentem…

.Os meus pormenores...


. Ver Perfil

. Adicionar como amigo

. 61 seguidores

.Pesquisar neste blog

 

.tags

. todas as tags

.Posts recentes

. O que é uma Rede

. Querem saber o que são QU...

. Ser ou não Ser, Eis a Que...

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


.subscrever feeds