Terça-feira, 4 de Março de 2008

Querem saber o que são QUOTAS?

Por achar batsante interessante e ilucidativo roubei este post a uma amiga e vou colocá-lo aqui também no meu blog, devido ao interesse e às dúvidas que são tiradas.

 

É o que o ME[Ministério da Educação] está a pedir...

UMA EXCELENTE FORMA PARA LUTAR CONTRA O ESTATUTO DA CARREIRA DOCENTE!
Estabeleceremos quotas em cada turma: Em 20 alunos, só daremos 10% de nota máxima, tal como a ministra faz connosco. Portanto, se houver mais do que 2 alunos que mereçam 5, paciência! Ficam com 5 os dois melhores. Mas se um deles faltou mais de 3 dias por doença, terá que ter paciência. Fica com 4 e sobe o seguinte a aluno-titular. Os outros quotam-se, proporcionalmente, por aí abaixo. 10% de nível 5 e 20% de nível 4. O resto vai corrido a 3. Se uma turma for muito boa e tiver 10 alunos que merecessem 4 e 5, outra vez paciência. «Nem todos podem chegar a generais», não é? Dois ficam com 5, quatro com 4 e os restantes terão 3.
Mesmo que, também esses merecessem 5.

Faltaram?
Quem os mandou adoecer a eles ou aos pais?
Quem mandou o carro avariar e chegar tarde uma vez?
Quem mandou o irmão mais novo apanhar sarampo?
É quotas, é quotas! Não são os Pais que aprenderam com a ministra que «nem todos podem chegar a general»?
Pois então? ... Os seus filhos também não!
de: Aura Camacho

Sinto-me: Triste, com o ensino...

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Ser ou não Ser, Eis a Questão

O que era já não é e o que foi já não volta a ser, porque às vezes para ver melhor é preciso estar mais longe e para compreender melhor é preciso estar mais perto.
Recentemente a única notícia que me deixou mais contente, no que à classe profissional de professor diz respeito, foi a de saber que são a classe profissional em quem os portugueses mais confiam para cargos de chefia.
Quem me conhece pode interrogar-se e dizer assim: “Porque é que este tipo está a falar assim de coisas que não lhe dizem respeito, pois não é professor?”. Então tenho de responder: “Não sou professor, mas sou formador com 7 anos de experiência em formações de várias áreas.” Além disso sou pai de uma criança maravilhosa que tem 4 anos e não quero que ele seja afectado por este ridículo sistema de ensino que se está a implementar, onde um aluno pode faltar as vezes que quiser e os professores têm de andar com eles nas palminhas e dar-lhe toda a papinha para terem positivas pois isso contribui para a nota do professor. Uma coisa eu gostava, era ver o mentor desta teoria educativa à frente de uma turma de 20 alunos, onde 8 dos quais são insubordinados, como é que agia e quais os métodos e técnicas pedagógicas que usava para os motivar na aprendizagem dos conteúdos! Este método de ensino vai fazer com que se acabem as dificuldades lectivas dos alunos, o que os vai tornar ainda mais “incapazes” para de aqui amanhã serem inseridos no mercado de trabalho, pois aí quando começarem a surgir as primeiras dificuldades eles vão ter bastantes dificuldades pois a vida de estudante foi pautada por um sem fim de facilitismos. Interessa sem dúvida combater a analfabetização mas assim os alunos cada vez saiem mais mal preparados do ensino. Como cidadão sinto-me indignado pois os estudantes de hoje de aqui a uns 20 anos podem vir a ser governantes ou exercer altos cargos políticos na sociedade e quanto a mim isto será ainda pior do que está.
Sou uma pessoa optimista e este é apenas um desabafo da minha parte.
Qual é a vossa opinião? Comentem…

.Os meus pormenores...


. Ver Perfil

. Adicionar como amigo

. 61 seguidores

.Pesquisar neste blog

 
W Las Vegas
Cingular Wireless

.tags

. todas as tags

.Posts recentes

. Querem saber o que são QU...

. Ser ou não Ser, Eis a Que...

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.subscrever feeds