Sábado, 14 de Junho de 2014

O Reiki na minha Vida

Caríssimos,

      Muitas vezes as pessoas necessitam de exemplos de vida e/ou vivências para entenderem melhor o que é o Reiki como filosofia de vida, e assim hoje vou partilhar com vocês a minha própria experiência com o Reiki. Desde muito cedo, ainda criança, sentia dentro de mim uma “força” que me impulsionava a ajudar os outros de alguma forma. Enquanto criança e jovem participei em movimentos associativos, fiz muitos trabalhos de grupo (enquanto estudante), fui escuteiro e também bombeiro, este último durante 16 anos.

      Com o decorrer do tempo, arranja-se trabalho, constitui-se família, muda-se de cidade e muitas outras coisas surgem no nosso caminho. Com todas estas coisas, mas principalmente a partir do momento que deixei de ser bombeiro, passado pouco senti que não estava bem. Felizmente não era nenhuma doença, era sim um certo mal-estar dentro de mim mesmo, como se sentisse um vazio dentro de mim, algo que deveria de ser preenchido para me poder sentir “completo”.

      Foi então que, num momento de complexas provações, através da “mão” de um amigo fui levado a uma formação de iniciação ao Reiki. Na verdade, naquele momento desconhecia completamente o que era o Reiki, pois no ano 2000 a informação era extremamente escassa e a internet era algo que ainda não estava tão vulgarizado como nos dias de hoje. Por isso fui literalmente às escuras e sem nenhum tipo de ideias sobre o que era o Reiki, pois até mesmo a pessoa que me levou até ao mestre, também apenas me soube dizer que era uma terapia oriental e que trabalhava com as energias, nada mais.

      Posso dizer que, inesperadamente e sem criar expectativas, fui fazer a formação, a qual gostei bastante. Foi desde esse dia que, como diz o povo, a minha vida deu uma volta, dando inicio a um novo ciclo de vida, uma nova caminhada, uma jornada no universo energético. O Reiki veio preencher “aquele” vazio que sentia dentro de mim, aquela “necessidade” de auxiliar o semelhante, debelando aquele sentimento de mal-estar, que atrás referi, que estava dentro de mim.

      O Reiki fundiu-se comigo transformando-me numa pessoa mais calma, tranquila, sensata, tolerante, amorosa, entre muitas outras coisas que provocaram uma profunda mudança no meu Ser. Ao fundir-se dentro de nós provoca-nos mudanças de dentro para fora, tornando-nos seres mais harmoniosos e integrados com a natureza universal. Claro que todas estas mudanças não se dão apenas e só com a formação de iniciação ao Reiki, é necessário que nós façamos o nosso “trabalho de casa”, mais propriamente a transposição dos 5 princípios do Reiki para a nossa vida quotidiana. No Reiki a regra número 1 é o respeito pelo “livre arbítrio”, seja o nosso ou o do nosso semelhante, por isso as alterações em nós e a capacidade que o mesmo pode exercer no nosso Ser, depende da nossa vontade própria conjugada com as Leis universais, que observam todos os seres de igual forma sem descriminações de nenhum tipo.

      Sejam Luz, sejam Harmonia, sejam Reikianos na sua mais simples e nobre expressão Amor Incondicional.


Publicado por Viktor às 00:01
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

.Os meus pormenores...


. Ver Perfil

. Adicionar como amigo

. 61 seguidores

.Pesquisar neste blog

 
W Las Vegas
Cingular Wireless

.tags

. todas as tags

.Posts recentes

. Reflexão: Depressão, uma ...

. O Reiki na minha Vida

. Benfica: Video emocionant...

. O LIVRO...

. REIsocialKI-TV

. 11 de Setembro - Toda a V...

. Pirâmides...

. ...em MAIO...

. Curso de Iniciação ao Rei...

. Toca a Rufar... para vari...

. Uma história...

. O que é uma criança Índig...

. Meditação do Portal 9-9-9

. Actividades de Setembro

. Festival Rock One - Algar...

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


.subscrever feeds